app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

FECOMÉRCIO/AL ESTIMA RECUPERAÇÃO DE MAIS DE 20% NA ECONOMIA

.

Por Jamylle Bezerra | Edição do dia 28/04/2021 - Matéria atualizada em 28/04/2021 às 04h00

Com a flexibilização do funcionamento do comércio na atual fase vermelha de Distanciamento Social Controlado fez com que a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL) estime uma recuperação de mais de 20% no faturamento potencial do setor de Comércio e Serviços, em Alagoas, chegando ao patamar de R$ 360 milhões por semana. Esse valor ainda estaria aquém dos R$ 418,6 milhões gerados num ambiente de normalidade econômica, todavia, deve trazer um fôlego importante para o segmento que compõe grande parte da geração de riqueza do estado de Alagoas. A partir de agora, conforme anunciado pelo governo do estado durante coletiva, lojas do comércio e shoppings poderão abrir todos os dias, inclusive aos fins de semana, mas com horário reduzido. A estimativa do Instituto Fecomércio/AL tem como base o faturamento diário do setor terciário no Estado, projetado em aproximadamente em R$ 21,828 bilhões pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o que, em média, gera uma receita diária de R$ 59,8 milhões.

NÚMEROS

Porém, considerando que as restrições atuais nos horários acabam por reduzir o equivalente a um dia de atividade quando comparado ao pleno funcionamento das empresas, o faturamento atual fica em R$ 51.4 milhões ao dia. Para a entidade, as medidas anunciadas ontem trazem uma melhor perspectiva ao empresariado, tendo em vista os impactos sofridos ao longo de toda a pandemia de Covid-19. Contudo, considera que o segmento de eventos continua sendo o mais prejudicado. Já os bares e restaurantes, que têm um maior fluxo de clientes na parte da noite, horário que ainda não foi permitida a abertura, permanecem na luta para equilibrarem suas finanças.

Mais matérias
desta edição