app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

AFUNDAMENTO DE SOLO EM ESCOLAS PREOCUPA

.

Por null | Edição do dia 04/05/2021 - Matéria atualizada em 03/05/2021 às 20h49

As comissões de Educação, Cultura, Esporte e Turismo e de Meio Ambiente e Proteção dos Animais da Assembleia Legislativa, junto com a comissão especial do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, estiveram reunidas nesta segunda-feira, 3, para analisar o plano de contratação de empresa especializada para o diagnóstico completo dos efeitos da tragédia ambiental na Educação da capital e as ações necessárias para solucionar os problemas por parte da Braskem. Estiveram presentes a deputada Jó Pereira (MDB) e os deputados Cabo Bebeto (PTC), Davi Maia (DEM) e Silvio Camelo (PV). A presidente da comissão de Educação, deputada Jó Pereira, disse que, em decorrência da primeira reunião, as Comissões conseguiram que a Braskem divulgasse na imprensa os pontos onde foram instalados os equipamentos de sondagens, já que segundo a parlamentar, a população estava assustada por achar que ainda se tratava de exploração do sal-gema. Por outro lado, a deputada lamentou a não entrega antecipada, por parte da Braskem, do plano de trabalho da empresa. “Com base no que foi apresentado, vamos estudar o relatório e, junto com os outros deputados, fazer novos encaminhamentos para dar mais produtividade às soluções dos problemas apresentados, tanto em relação aos alunos quanto às unidade de ensino”, destacou. Jó Pereira sugeriu ainda incluir técnicos da Assembleia Legislativa e representantes do Ministério Público e da Secretaria de Educação de Maceió no grupo de trabalho, que hoje conta apenas com representante da Secretaria de Educação do Estado e da Braskem. O secretário de Educação de Maceió, Elder Maia, destacou que o fenômeno do afundamento do solo atingiu diretamente cinco escolas municipais: Radialista Edécio Lopes (Pinheiro), com 434 alunos; Padre Brandão Lima (Pinheiro), com 160 alunos; Major Bonifácio da Silveira (Bebedouro), com 196 alunos; Centro Municipal de Educação Infantil Luiz Calheiros Júnior (Pinheiro), com 224 alunos.

Mais matérias
desta edição