app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

Grava��o cita o nome de Luiz Pedro

O diálogo que supostamente liga o deputado Luiz Pedro ao grupo de policiais envolvidos em crimes e responsável pela guerra interna na Polícia Civil, foi interceptado pela Polícia Federal, durante as investigações comandadas pelo delegado Roberto Lisboa. O

Por | Edição do dia 27/05/2004 - Matéria atualizada em 27/05/2004 às 00h00

O diálogo que supostamente liga o deputado Luiz Pedro ao grupo de policiais envolvidos em crimes e responsável pela guerra interna na Polícia Civil, foi interceptado pela Polícia Federal, durante as investigações comandadas pelo delegado Roberto Lisboa. O que os delegados do caso teriam dito à imprensa está baseado em conversas dos próprios envolvidos, captadas nas gravações, e que mostram que a quadrilha manteria relação com Luiz Pedro. A seguir, trechos do diálogo entre o policial civil Alfredo Pontes, o Alfredinho (que está preso) e sua irmã, a advogada Cláudia Pontes, foragida: Cláudia: Alfredo? Alfredo: Oi! Cláudia: Tá lembrado que amanhã é aniversário da sua  mãe? Alfredo: Tô lembrado. Olhe, o Teixeira falou com o segurança do menino, do Luiz Pedro. Aí ele disse: rapaz, é que ele disse que viu uns caras parecidos com a gente. Olhe que negócio da peste! Mas os meninos são meus amigos... Aí amanhã a gente tá indo ver se conversa com ele. Cláudia: O Luiz Pedro? Alfredo: É. A gente vai conversar com ele. Cláudia: Olhe, rapaz... Quer que eu vá com você? Alfredo: Talvez eu chame, talvez. Cláudia: É Mário Pedro ou Luiz Pedro? Alfredo: Luiz Pedro. É o deputado. Cláudia: Rapaz, quer que eu vá com você? Alfredo: Ele é meu amigo. Cláudia: É? Quer que vá com você? Porque aquele cabra é... Alfredo: Olhe, ele está com um medo da pêga, achando que a  gente está solto, com uma raiva  da peste. Cláudia: Ele foi lá na Secretaria? Alfredo: Foi. Amanhã eu ligo pra você, amanhã. Porque o segurança dele é muito amigo da gente. Amanhã eu vou conversar com ele. Eu ligo pra você, qualquer coisa. Cláudia: Não é melhor eu ir com você não, homem? Alfredo: Vai eu, o Teixeira e o segurança dele. Qualquer coisa  é bom você ir também. Qualquer coisa... O encontro tratado na conversa telefônica teria acontecido na casa do deputado Luiz Pedro, segundo apurou a Polícia Federal. A polícia afirma não saber os assuntos tratados nessa reunião.

Mais matérias
desta edição