app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

BB: SINDICATO INTERDITA AGÊNCIAS PARA EXIGIR PROTOCOLOS MAIS RÍGIDOS

Nove funcionários que trabalham no prédio testaram positivo para a Covid, que tem afetado a categoria em todo o Estado

Por JAMYLLE BEZERRA e CLARIZA SANTOS | Edição do dia 14/01/2022 - Matéria atualizada em 13/01/2022 às 22h16

O Sindicato dos Bancários interditou, nesta quinta-feira (13), o prédio onde funcionam agências do Banco do Brasil e, também, a superintendência do banco na Rua do Livramento, no centro de Maceió. As agências continuarão fechadas para o público até o meio-dia. O motivo da intervenção são os casos de Covid que vêm sendo registrados nas unidades do banco em Alagoas, após a mudança nos protocolos de testagens e higienização, o que vem prejudicando e colocando em risco a categoria.

O objetivo da suspensão dos atendimentos, segundo o sindicato, é chamar a atenção da população para os riscos e, também, do banco, para que volte a adotar protocolos mais rígidos de combate à doença. Só no prédio da Rua do Livramento, nove funcionários estão afastados após testarem positivo para a doença. Nesta quinta-feira (13), a Gazeta de Alagoas já denunciou o aumento do número de casos da doença entre os bancários do estado.

“Desde o começo do ano que recebemos denúncias de casos de Covid-19, tanto de suspeita como comprovados. A partir disso, nos dirigimos até as agências bancárias para ouvir os funcionários. O Banco do Brasil mudou o protocolo. Antes existia um protocolo para a questão de detecção de casos de Covid-19, sanitização da agência com a contratação de uma empresa que sanitizava com os equipamentos adequados [tanto dos setores como da central de ar-condicionado]. O banco também mudou o contingenciamento”, afirma Juan Gonzalez, presidente do Sindicato dos Bancários em exercício.

“Estamos nessa mobilização porque queremos mostrar ao banco que aqui tem vidas e não dá pra gente esperar. Escolhemos essa agência do livramento, porque ela é o coração do Banco do Brasil em Alagoas”, completa Juan. A população que precisar resolver pendências no Banco do Brasil deve procurar outras agências até o meio-dia, quando os atendimentos estarão suspensos.

Mais matérias
desta edição