app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5709
Política

TRF suspende inqu�rito sobre dinheiro da Lunus

Brasília – O TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região suspendeu temporariamente as investigações da Polícia Federal sobre a origem do R$ 1,34 milhão  em dinheiro encontrado na sede da empresa Lunus, em São Luís, que pertence à ex-governadora  do Maran

Por | Edição do dia 16/04/2002 - Matéria atualizada em 16/04/2002 às 00h00

Brasília – O TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região suspendeu temporariamente as investigações da Polícia Federal sobre a origem do R$ 1,34 milhão  em dinheiro encontrado na sede da empresa Lunus, em São Luís, que pertence à ex-governadora  do Maranhão Roseana Sarney (PFL-MA) e ao marido dela, Jorge  Murad. Em um despacho breve, o juiz Mário César Ribeiro, do TRF, determinou que as investigações só sejam retomadas após o julgamento do mandado de segurança apresentado pela defesa de Roseana no início de março que pede a anulação da operação de busca e apreensão feita no escritório da empresa. O dinheiro, segundo explicação de Murad, foi doado por parentes e amigos para pré-campanha de Roseana à Presidência da República, o que é irregular pela legislação eleitoral neste momento. A defesa do casal alega que não caberia à Justiça Federal autorizar a operação de busca e pediu que, tanto o dinheiro como os documentos apreendidos, sejam devolvidos. O Ministério Público Federal de Tocantins investiga possível envolvimento da Lunus com esquema de desvio de dinheiro da extinta Sudam (Superintendência para o Desenvolvimento da Amazônia). O efeito negativo da apreensão do dinheiro e as explicações de sua origem levou Roseana a retirar sua candidatura à Presidência no sábado. O juiz Mário César Ribeiro, relator do caso no TRF, determinou também que os documentos apreendidos fiquem lacrados até o julgamento do pedido da defesa.

Mais matérias
desta edição