app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política Maceió, 15 de julho de 2022
Obras do Projeto Renasce Salgadinho, no trecho da Avenida Assis Chateaubriand, no bairro do Prado, em Maceió-AL, Brasil.
Foto:@Ailton Cruz

PREFEITURA DIZ QUE OBRAS ESTÃO EM RITMO ACELERADO

O prefeito JHC e seu secretariado, através de seus canais de comunicação e redes sociais, afirmam que as obras do “Renasce Salgadinho” seguem aceleradas com reurbanização do Reginaldo e da orla da Praia da Avenida. Com auxílio de máquinas e operários, mai

Por Fábio Costa | Edição do dia 06/08/2022 - Matéria atualizada em 05/08/2022 às 23h11

O prefeito JHC e seu secretariado, através de seus canais de comunicação e redes sociais, afirmam que as obras do “Renasce Salgadinho” seguem aceleradas com reurbanização do Reginaldo e da orla da Praia da Avenida. Com auxílio de máquinas e operários, mais de 1.700 metros já foram concretados na praia. Quando revitalizado totalmente, o espaço beneficiará mais de 112 mil maceioenses e turistas, diz o prefeito. No total serão 37.196 m² de áreas revitalizadas. As intervenções contemplam a construção de um novo calçadão, ciclovia, reparos em equipamentos esportivos, recuperação dos bancos, entre outros serviços. Além da revitalização do Salgadinho, o projeto conta com mais de 20 intervenções previstas na região. São trabalhos, segundo a prefeitura, de requalificação ambiental, análise, revisão e consolidação de estudos topográficos, geológicos, geotécnicos e hidrológicos, modernização de vias e ruas, melhorias no sistema de drenagem, de contenção de erosão, de recomposição do riacho Salgadinho, construção de passarelas, sinalização e mudanças no projeto paisagístico. Aliados às ações educativas, oficinas de reciclagem e outras atividades também fazem parte do projeto técnico-operacional. O conjunto de obras segue nos bairros paralelos. Os investimentos obtidos junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) somam R$ 76,4 milhões e preveem intervenções a curto, médio e longo prazos. Compreende ainda a orientação de moradores sobre ligação clandestina e alerta de riscos. Esse trabalho envolve a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial que intensifica a fiscalização.

NOVOS INVESTIMENTOS

O projeto em andamento já consumiu R$ 17.258.002,62, em 29,18% da obra. O custo total está previsto em R$ 76.399.324,10. Quando a obra for concluída, os técnicos da Secretaria Municipal de Infraestrutura garantem que iniciará o processo de requalificação ambiental. Isso porque o esgoto, que antes chegava até o riacho, será conduzido por meio de estações elevatórias até o emissário submarino. Além disso, ao longo do córrego, barreiras de contenção serão implantadas para que possa impedir com que resíduos cheguem até a foz do riacho. A região será revitalizada e urbanizada, com passeio e passarelas, para que a área volte a ser um espaço de convívio social, como era antes, sustenta Marcelo Maia, coordenador da Unidade de Gestora do Programa “Maceió Tem Pressa”, que integra o projeto “Renasce Salgadinho”.

Mais matérias
desta edição