app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Política

DANTAS E CUNHA SE ENFRENTAM HOJE EM DEBATE DECISIVO NA TV GAZETA

Programa irá ao ar logo após a novela Travessia e terá como mediador o jornalista Amorim Neto

Por thiago gomes | Edição do dia 27/10/2022 - Matéria atualizada em 27/10/2022 às 04h00

Os candidatos ao governo de Alagoas Paulo Dantas (MDB) e Rodrigo Cunha (União Brasil) estarão frente a frente, na noite desta quinta-feira (27), no último e mais decisivo debate antes do 2º turno das eleições 2022, promovido pela TV Gazeta. O confronto vai ao ar logo após a novela Travessia, com mediação do jornalista Amorim Neto. O formato do programa foi apresentado e aceito pelos representantes dos dois candidatos, sendo protocolado no Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL). Ele será realizado no estúdio da produtora Staff, em Maceió, local onde também aconteceu o primeiro. De acordo com a diretora de jornalismo da TV Gazeta, Maria Goretti, as regras seguem a mesma metodologia do debate realizado no primeiro turno, permitindo que os candidatos façam perguntam entre si com temas livres ou pré-determinados pela produção. Quatro blocos estão programados. No primeiro e no terceiro, os oponentes farão perguntas com o assunto que escolher. No segundo e quarto, as temáticas serão sorteadas. Cada um poderá fazer duas perguntas ao adversário em cada bloco. E, no último, será concedido um tempo para as considerações finais. Paulo Dantas e Rodrigo Cunha terão a oportunidade de fazer e de responder duas perguntas em cada bloco. Eles terão um tempo reservado para as perguntas, respostas, réplicas e tréplicas. “O debate é um momento propositivo, a população pode ver os candidatos debatendo diretamente entre eles, suas propostas, seus argumentos e o convencimento de que é o mais preparado para ocupar o cargo. Acredito que contribui para consolidar ou até mesmo mudar o voto. E para quem ainda está indeciso é uma oportunidade para definir sua decisão”, afirmou Maria Goretti.

TENSÃO

A analisa política Luciana Santana avalia que a expectativa é para um debate bastante tenso pelo nível da campanha neste 2º turno.

“Deve ser mantido o tom de agressividade entre os candidatos, já que a gente teve uma campanha muito negativa em Alagoas, com troca de ofensas e acusações. Acho muito difícil que o debate altere a preferência do eleitorado, que, provavelmente, já está decidido. Mas, pode alterar a preferência daquele indeciso, mas vai depender se, efetivamente, propostas foram discutidas e se falarem algo que convença esse eleitor”.

EXPECTATIVA

À Gazeta, os candidatos ao governo falaram da grande expectativa para este confronto direto. Rodrigo Cunha diz esperar um debate propositivo e de alto nível.

“Com certeza, Alagoas merece mais do que está tendo e vendo, que é um governador que envergonha o estado, afastado por corrupção, alvo de ação da Polícia Federal e punido pela justiça. Vamos ao debate apresentar propostas e projetos para nosso estado, mas também vamos prontos para perguntar ao governador afastado Paulo Dantas sobre a mansão de R$ 10 milhões, o apartamento de R$ 1,6 milhão e os outros 25 apartamentos que, segundo a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, foram comprados com parte dos R$ 54 milhões que ele teria roubado”, destacou o candidato do União Brasil. Já Paulo Dantas aguarda “um debate propositivo, longe das baixarias que tem sido promovidas pelo meu adversário, que ao derreter nas pesquisas passou a fazer uma campanha de ódio, mentiras e muita perseguição”.

Mais matérias
desta edição