app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Política

Pagamento de dois meses e 13º no estado injetam R$ 1,3 bi na economia

Governo libera hoje folha de novembro, vai pagar abono natalino em 15/12 e o mês de dezembro dia 23

Por Hebert Borges | Edição do dia 30/11/2022 - Matéria atualizada em 30/11/2022 às 09h37

O pagamento de três folhas salariais do Estado entre o fim deste mês de novembro e o mês de dezembro deve injetar mais de R$ 1,3 bilhão na economia de Alagoas, de acordo com estimativa do governo. Serão pagos o salário de novembro, o de dezembro e o 13° salário. O salário de novembro será pago hoje, o 13° salário será pago no dia 15 de dezembro, e o salário de dezembro será pago no dia 23. Conforme anúncio feito pelo governador Paulo Dantas, o 13º salário do funcionalismo público do Estado de Alagoas será pago no dia 15 de dezembro, e em parcela única. Dados da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL), apontam que somente o 13º injeta no mercado alagoano aproximadamente R$ 350 milhões, o que deve impulsionar as vendas no comércio e o desenvolvimento da economia local. Além do pagamento do décimo, outro anúncio feito pelo governador em suas redes sociais foi a antecipação do salário do mês de dezembro, que será creditado na conta dos servidores públicos no dia 23. “Esses recursos fortalecem os setores de serviço, comércio, além de toda a economia, gerando emprego, renda e oportunidades. O nosso governo tem a responsabilidade fiscal e, ao mesmo tempo, tem programas sociais para melhorar a vida das pessoas. O nosso compromisso continuará sendo esse pelos próximos quatro anos”, acrescentou Dantas.

comércio

O presidente da Federação do Comércio do Estado de Alagoas (Fecomércio-AL), Gilton Lima, ratificou que o anúncio da data do pagamento do décimo terceiro é uma notícia muito boa para o Comércio. “É positivo tanto pela ótica da oferta quanto pela ótica da demanda. Para o consumidor, é uma contribuição para se organizar financeiramente, quitar dívidas, pesquisar os preços com mais antecedência e ainda ajuda na escolha dos presentes e também nos preparativos para as confraternizações de fim de ano. Enquanto isso, pelo impacto que causa na economia alagoana, acaba por sugerir um direcionamento em se tratando de contratações, promoções e renovação de estoque”, explica. O líder da entidade classista pondera ainda sobre a atuação do governo. “Ao antecipar o décimo terceiro, o Governo do estado atua como agente promotor do aumento no fluxo das vendas, fortalecendo o Comércio e proporcionando, ao mesmo tempo, um ambiente mais favorável aos consumidores. É um esforço louvável”, completa.

Mais matérias
desta edição