app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Política

CÂMARA NOMEARÁ COMISSÃO PARA CONCURSO

Até a semana que vem, a Câmara Municipal de Maceió deve nomear a comissão organizadora a ser responsável por planejar todos os trâmites do próximo concurso daquela casa legislativa, prometido para ser realizado ainda em 2023. O procurador-geral do Parla

Por thiago gomes | Edição do dia 17/02/2023 - Matéria atualizada em 17/02/2023 às 04h00

Até a semana que vem, a Câmara Municipal de Maceió deve nomear a comissão organizadora a ser responsável por planejar todos os trâmites do próximo concurso daquela casa legislativa, prometido para ser realizado ainda em 2023. O procurador-geral do Parlamento, Marcelo Brabo, adiantou que a Mesa Diretora está empenhada em superar esta etapa do futuro processo seletivo o quanto antes. Segundo ele, a equipe que organizará o certame terá, na composição, o promotor de Justiça Marcus Rômulo Maia, por indicação do Ministério Público de Alagoas (MPAL), e do advogado Yuri Pontes, representando a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Alagoas. Outros três nomes a serem indicados pela própria Câmara vão completar a formação. Caberá à comissão escolher a banca examinadora que aplicará as provas e seguirá com as etapas seguintes dos concurso. Brabo adiantou que a diretoria exige que seja contratada uma instituição de prestígio nacional a fim de evitar problemas ao longo do processo, a exemplo de vazamento de questões e denúncias de fraudes.

VAGAS

O presidente da Mesa Diretora, vereador Galba Netto (MDB), confirmou que o próximo edital do concurso Câmara de Maceió será publicado no primeiro semestre de 2023. Ele disse que, internamente, estão sendo finalizados processos de aposentadoria de servidores para, em seguida, iniciar o levantamento da necessidade de vagas a serem ofertadas no concurso. Após a instituição da comissão organizadora, a direção da Poder Legislativo Municipal deve abrir processo licitatório para a contratação da banca organizadora. "Como poder legislativo, que tem a responsabilidade de representar os interesses da população, também precisamos estar preparados para a nova realidade administrativa que precisa ser oxigenada. Reconhecemos a importância dos nossos servidores em atividade, mas há necessidade de projetarmos o poder para o futuro", disse Galba. O convite para o MPAL integrar a comissão organizadora partiu da Mesa Diretora da Câmara, visando a um processo seletivo transparente e em conformidade com a legislação.

Mais matérias
desta edição