app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Política

Derrotado na elei��o, Sextafeira assume secretaria no Estado

ODILON RIOS O ex-candidato à Prefeitura de Maceió e ex-vice-prefeito Alberto Sextafeira (PSB) foi empossado ontem pelo governador Ronaldo Lessa (PSB) na Secretaria Regional Metropolitana. Lessa, que no ano passado, até o último momento, resistiu à candi

Por | Edição do dia 22/01/2005 - Matéria atualizada em 22/01/2005 às 00h00

ODILON RIOS O ex-candidato à Prefeitura de Maceió e ex-vice-prefeito Alberto Sextafeira (PSB) foi empossado ontem pelo governador Ronaldo Lessa (PSB) na Secretaria Regional Metropolitana. Lessa, que no ano passado, até o último momento, resistiu à candidatura de Sextafeira – que foi derrotado por Cícero Almeida (sem partido) –, o acomodou em uma pasta estratégica. Os próximos a serem nomeados na administração estadual são o ex-candidato a vice-prefeito, José Roberto (PT), e a ex-prefeita Kátia Born. Zé Roberto assumirá na segunda-feira a Secretaria de Direitos Humanos, no lugar da procuradora Magaly Pimentel, e Kátia Born será empossada terça-feira na Secretaria Executiva de Saúde, uma das mais cobiçadas do governo. Kátia substituirá o tucano Álvaro Machado. Sextafeira assumiu o cargo com a proposta de ser o interlocutor dos onze municípios que compõem a região metropolitana de Maceió (que vai desde a Barra de São Miguel dos Campos até a Barra de Santo Antônio). A secretaria foi criada na reforma administrativa feita por Lessa no início do seu segundo mandato, com a função de acompanhar obras executadas pelo governo do Estado dentro da Grande Maceió, e tem sido utilizada como trampolim político. Os pretensos candidatos do PSB a prefeito de Maceió nas eleições municipais do ano passado, Marcos Vieira e Maurício Quintella, passaram um período à frente da pasta para ganhar visibilidade. Ontem foi a vez de Sextafeira, provável candidato a deputado estadual ou federal. Ele substitui Modesto Cajueiro Novaes, que pertence à chamada “cota do governador” e poderá ou não ser aproveitado em outra função no governo. Tradicionalmente, a Regional Metropolitana é ocupada por um membro do PSB. Além de Sextafeira, o governador também abrigou o ex-candidato a vice-prefeito de Maceió, José Roberto (PT), que ocupará a partir da próxima segunda-feira a Secretaria de Direitos Humanos.De volta à cena A posse de Sextafeira foi prestigiada por membros do PSB, entre eles a ex-prefeita Kátia Born. De volta de uma viagem de jipe pelas praias nordestinas, para assumir a Secretaria de Saúde, Born não demonstrou preocupação com a provável saída dos tucanos do governo. Pivô da crise entre o PSDB e o PSB, Kátia considerou que o partido deveria aceitar a demissão do secretário de Saúde Álvaro Machado como algo que faz parte do “jogo político do governador”. “Eu nunca quis o PSDB fora do governo, mas ninguém tem cadeira cativa”, alegou. Tucanos e pessebistas começaram a se desentender a partir do dia em que Lessa anunciou na imprensa a demissão de Machado da Saúde. O PSDB fala em oposição ao governo estadual e ameaça lançar candidato próprio ao Palácio Floriano Peixoto, em 2006. Nos bastidores, os comentários são que Lessa teria sido pressionado por Kátia para lhe dar a pasta da Saúde. “Você acha que alguém pressiona o governador?”, perguntou ontem a ex-prefeita, em tom de ironia, durante a solenidade de posse de Sextafeira.

Mais matérias
desta edição