app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Política

Ex-prefeito deve ir para pres�dio at� amanh�

DORGIVAL JUNIOR A Secretaria de Defesa Social anunciou que até amanhã o ex-prefeito de Senador Rui Palmeira, município do sertão alagoano, Mário César Vieira, será transferido da carceragem do Tático Integrado de Grupos de Resgate (Tigre) para um dos pre

Por | Edição do dia 27/01/2005 - Matéria atualizada em 27/01/2005 às 00h00

DORGIVAL JUNIOR A Secretaria de Defesa Social anunciou que até amanhã o ex-prefeito de Senador Rui Palmeira, município do sertão alagoano, Mário César Vieira, será transferido da carceragem do Tático Integrado de Grupos de Resgate (Tigre) para um dos presídios de Maceió ou de Arapiraca. Apesar da declaração do secretário Robervaldo Davino e do diretor-geral de Polícia Civil, Roberto Lisboa, o delegado responsável pelo caso, Ailton Prazeres, declarou que ainda não tem pretensão de fazer a transferência do acusado para outro local. Mário César, que está preso no Tigre, desde o último dia 7, teve a prisão preventiva decretada pelo desembargador Washington Luiz, presidente do Tribunal de Justiça, sexta-feira passada. O ex-prefeito Mário César Vieira, segundo investigações policiais, é acusado de ser o autor intelectual do assassinato do funcionário público municipal Wilson Oliveira Silva, 24 anos, morto a tiros, deflagrados à queima-roupa, em um bar no centro da cidade de Senador Rui Palmeira, no dia 22 de dezembro de 2004. “O Tigre não é lugar para preso. O ex-prefeito deve ser transferido o quanto antes para o presídio Cirydião Durval”, disse o secretário de Defesa Social, Robervaldo Davino, lembrando que a carceragem do Tigre, onde Mário César divide o espaço com mais uma policial civil acusado de homicídio, é usada apenas para receber presos temporários. De acordo com o diretor-geral de Polícia Civil, Roberto Lisboa, o ex-prefeito só não foi levado para a Delegacia Regional de Polícia de Santana do Ipanema (quando se apresentou à cúpula da Secretaria de Defesa Social) porque a polícia não tem condições de garantir a segurança dele, enquanto estivesse detido na unidade policial. “Mário César só foi para o Tigre porque a integridade física dele poderia correr risco em Santana. Agora, que a preventiva foi decretada, ele deve ser transferido. Uma saída pode ser o presídio de Arapiraca”, esclareceu Roberto Lisboa, acrescentando que o acusado só terá direito a prisão especial se tiver nível superior, já que não é mais prefeito. Novas provas Já o delegado Ailton Prazeres informou que está previsto para hoje o depoimento de cinco novas testemunhas do caso, que poderão dar informações importantes sobre a participação de um segundo acusado no crime. A polícia suspeita que um outro político de Senador Rui Palmeira tenha planejado – junto com o ex-prefeito Mário César Vieira – a morte de Wilson Oliveira, que foi coordenador da campanha do pai, o atual prefeito do município de Senador Rui Palmeira, Siloé de Oliveira Moura. O autor material do crime, o comerciante José Romildo Pereira, preso no Cirydião Durval, confessou a autoria no crime, apontando o ex-prefeito como mandante. O acusado foi detido em um assentamento da zona rural do município de Inhapi, no dia seguinte ao assassinato de Wilson Oliveira. “A polícia está fazendo a parte dela. Os suspeitos do crime já foram presos e as investigações continuam, mesmo depois de o inquérito ter sido remetido à Justiça”, disse o delegado Ailton Prazeres. A polícia está de prontidão em Senador Rui Palmeira, já que o clima na cidade ainda é tenso após o assassinato brutal do funcionário público municipal Wilson Oliveira.

Mais matérias
desta edição