app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Política

Prefeitos elegem novo comando da AMA na 2�

LUIZA BARREIROS A prefeita reeleita de Feliz Deserto, Rosiana Beltrão (PMDB), será mesmo candidata única à presidência da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). O prazo para inscrição das chapas acabou ontem e nenhum outro grupo se apresentou para di

Por | Edição do dia 29/01/2005 - Matéria atualizada em 29/01/2005 às 00h00

LUIZA BARREIROS A prefeita reeleita de Feliz Deserto, Rosiana Beltrão (PMDB), será mesmo candidata única à presidência da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). O prazo para inscrição das chapas acabou ontem e nenhum outro grupo se apresentou para disputar o comando da entidade. A eleição acontece na próxima segunda-feira, das 10h às 17h, e a posse acontece em seguida, logo após a contagem dos votos. Única mulher a assumir a presidência da Associação dos Municípios Alagoanos, Rosiana Beltrão foi eleita pela primeira vez no dia 30 de janeiro de 2003, ficando no cargo até 30 de maio de 2004, quando se afastou para disputar a prefeitura de Feliz Deserto. Apoiada pelo governador Ronaldo Lessa (PSB) e pelo presidente da Assembléia Legislativa Estadual (ALE), deputado Celso Luiz, Rosiana buscou uma chapa de consenso, com representantes de praticamente todos os partidos políticos. Celso Luiz, inclusive, foi responsável pela articulação da desistência na disputa pela presidência do prefeito de Piranhas, Inácio Loiola (PSDB). Apesar disso, Inácio não integrou a chapa que dirigirá a AMA pelos próximos dois anos. Composição A nova Mesa Diretora da Associação dos Municípios terá como vice-presidente o prefeito de Água Branca, Reinaldo Falcão (PSB). O primeiro secretário será Carlos Eduardo Baltar Maia (Dadado, do PTB), prefeito de Branquinha e o segundo secretário, José Pedro Costa, do PT, prefeito de Major Isidoro. O 1º tesoureiro será Marcelo Souto (PL), prefeito de Jacaré dos Homens, e a 2ª tesoureira, Arlene Calheiros (PP), de Flexeiras. A secretaria-geral ficará a cargo de Jarbas Omena (PSDB), de Messias. O representante da AMA junto à Confederação Nacional dos Municípios (CNM), será Cícero Almeida (sem partido), prefeito de Maceió. Anteriormente, o cargo era ocupado pela ex-prefeita Kátia Born (PSB). Os cinco representantes regionais serão os prefeitos Marcelo Lima (PDT), de Delmiro Gouveia – Sertão –, Neiwton Silva (PSB), de Igreja Nova – Agreste e Baixo São Francisco –, Marçal Prado (PSDB), de Pilar – Metropolitana –, Francisco Albuquerque (PTB), de Atalaia – Central –, e Cícero Cavalcante (PDT), de São Luiz do Quitunde – Norte. “Para contemplar todos os partidos, o PFL, PMN e PPS, que não tiveram prefeitos representados na Mesa Diretora, indicaram membros para o conselho fiscal”, explicou Rosiana. Comparecimento Ela afirmou ainda que apesar de a eleição ser disputada em chapa única, a expectativa é de que pelo menos 80% dos prefeitos compareçam para votar. “Chapa única sem votantes não demonstra força e união que pretendemos para a AMA”, disse Rosiana Beltrão. A futura presidente da AMA lembrou ainda que com 75% das prefeituras com novos administradores, a responsabilidade de sua gestão aumenta. “Preciso conquistar o apoio dos novos prefeitos, já que os que renovaram o mandato já conhecem meu trabalho”, admitiu. Para a prefeita Rosiana, na presidência da AMA é preciso ter representatividade em Brasília e visão supra-partidária. Ele se orgulha em dizer que tem amizade “com todos os grupos políticos de Alagoas” e, na semana passada, chegou a declarar, em entrevista à GAZETA, que sonha em ser presidente da República. A declaração, na qual Rosiana se comparou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não repercutiu bem entre os prefeitos, mas não chegou a servir de incentivo para que surgisse um grupo de oposição à liderança da prefeita de Feliz Deserto.

Mais matérias
desta edição