app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5749
Política

TRÂNSITO: CAMPANHA MAIO AMARELO DESTE ANO TEM COMO FOCO MOTOCICLISTAS

Campanha Maio Amarelo 2023 foi lançada ontem pelo Detran Alagoas

Por DA REDAÇÃO COM ASSESSORIA | Edição do dia 10/05/2023 - Matéria atualizada em 10/05/2023 às 04h00

Com objetivo de alertar a sociedade para a necessidade de adoção de medidas que contribuam para a redução dos índices de acidentes de trânsito, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AL) lançou ontem a Campanha Maio Amarelo, que este ano tem como tema “No Trânsito, Escolha a Vida”. A iniciativa terá como foco os motociclistas, que representaram 62% das mortes do trânsito em Alagoas no ano de 2022. O vice-governador Ronaldo Lessa, que representou o governador Paulo Dantas na solenidade, afirmou que não se deve banalizar os acidentes de trânsito, principalmente os que envolvem motocicletas. “A quantidade diária de acidentes de moto no Estado de Alagoas é muito grande, conforme registros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência {Samu}. É preciso que o conjunto da sociedade se envolva nas ações para redução de trânsito, que devem ser inseridas no currículo das escolas de Ensino Médio, inclusive a inclusão da parte teórica para emissão da Carteira Nacional de Habilitação”, sugeriu o vice-governador. A campanha Maio Amarelo pode ser notada em vários pontos do estado através dos laços amarelos gigantes espalhados pelos municípios. As fachadas de alguns órgãos públicos na capital também já ganharam uma iluminação da mesma cor. Os dados do Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest) mostram que no ano passado Alagoas registrou 2.573 acidentes de trânsito, com 5.196 envolvidos. Destes, 644 foram vítimas fatais e de 62% eram condutores de motocicletas. O diretor-presidente do Detran-AL, Marcos Fireman, observou que a campanha Maio Amarelo é reconhecida internacionalmente por mais de 14 países e foi referendada pela própria Organização das Nações Unidas (ONU). “É um mês de conscientização, e mais do que educação e punição, a nossa missão é conscientizar o cidadão que ele tem de refletir na hora que está na direção, porque ele ali está protegendo a vida dele e do outro”, afirmou Fireman. Ele acentuou que o número de acidentes de trânsito em Alagoas, principalmente de motocicletas, é muito elevado. “Só no Hospital de Arapiraca neste primeiro trimestre foram 2.400 vítimas de acidente de motocicleta. Além de ser um custo muito alto para o SUS e o governo do Estado, são vidas de jovens que se perdem precocemente, porque não usaram o capacete ou beberam ao dirigir”, enfatizou o diretor do Detran. O secretário Nacional de Trânsito, Adrualdo Catão, disse que o Ministério dos Transporte, por meio da Senatran, está fazendo questão de estar presente no início da campanha Maio Amarelo em todas as regiões do País e firmou um compromisso, que é direcionar os investimentos para pontos críticos das estradas brasileiras, para diminuir os sinistros de trânsito, principalmente que causam lesões graves.

Mais matérias
desta edição