app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5752
Política

R�gis adverte partidos sobre manobras de advers�rios

A direção regional do PPS de Alagoas advertiu ontem, aos partidos componentes da Frente Trabalhista, que fiquem atentos contra possíveis manobras políticas dos adversários, sobretudo aqueles ligados ao governo federal, com vistas à desestabilização da bas

Por | Edição do dia 01/05/2002 - Matéria atualizada em 01/05/2002 às 00h00

A direção regional do PPS de Alagoas advertiu ontem, aos partidos componentes da Frente Trabalhista, que fiquem atentos contra possíveis manobras políticas dos adversários, sobretudo aqueles ligados ao governo federal, com vistas à desestabilização da base de apoio à candidatura de Ciro Gomes à presidência da República. A advertência foi transmitida pelo deputado federal Régis Cavalcante, como fruto de uma prolongada reunião que o PPS de Alagoas promoveu em sua sede, em Maceió, na noite da última segunda-feira. Além de reiterar o apoio integral do PPS de Alagoas ao senador Roberto Freire, principal interlocutor do partido junto aos aliados da Frente Trabalhista, que é composta pelo PPS, o PDT e o PTB, o deputado Régis Cavalcante declarou que é dever das lideranças dos três partidos colocar o fortalecimento da candidatura de Ciro Gomes em primeiro plano, para conduzir com êxito a formação unitária da Frente Trabalhista em cada um dos Estados brasileiros. Frente trabalhista Em referência aos problemas que a Frente Trabalhista está enfrentando em alguns locais, notadamente no Rio Grande do Sul, Régis declarou que não há divergência regional que não possa ser superada, desde que sejam respeitadas as realidades eleitorais de cada local e haja espírito de unidade e de renúncia dos representantes dos três partidos para que sejam compostas chapas majoritárias com efetiva capacidade de disputa em cada Estado. Segundo Régis, a confusão criada com a vinculação das coligações eleitorais “deve ser conduzida com cabeça fria e espírito de diálogo”, razão pela qual pediu aos políticos da Frente Trabalhista para que “evitem as declarações intempestivas que possam colocar fogo na lenha da discórdia e com isso fazer indiretamente o jogo dos adversários que tentam a todo custo impedir a inevitável ascensão de Ciro aos primeiros lugares da corrida presidencial”. Para dar exemplo no caminho da construção da unidade trabalhista, Régis informou oficialmente que a direção regional do seu partido já está inteiramente à disposição do PDT e do PTB para que “possamos começar por Alagoas a consolidação da Frente Trabalhista que agora só precisa de unidade para levar Ciro à presidência do Brasil”.

Mais matérias
desta edição