app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Política

PGJ VISITA OBRAS DA NOVA SEDE DO MP EM PALMEIRA

O Procurador-geral de Justiça, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque, visitou ontem as obras da futura sede das Promotorias de Justiça no município de Palmeira dos Índios. O novo prédio será inaugurado em 13 de dezembro e seguirá todas as normas de acessi

Por Jamylle Bezerra | Edição do dia 17/11/2023 - Matéria atualizada em 17/11/2023 às 04h00

O Procurador-geral de Justiça, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque, visitou ontem as obras da futura sede das Promotorias de Justiça no município de Palmeira dos Índios. O novo prédio será inaugurado em 13 de dezembro e seguirá todas as normas de acessibilidade, reunindo as seis promotorias de Justiça que atendem os municípios de Palmeira dos Índios e Estrela de Alagoas.

Durante a visita, o chefe do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL) esteve acompanhado do engenheiro do órgão ministerial, João Elias Gomes, do prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio César, e de vários vereadores daquele município.

“Quero, desde já, registrar o meu agradecimento ao gestor Júlio César, e a toda a Câmara Municipal de Palmeira por terem nos cedido o terreno onde foi construída a nossa nova sede. Esta é uma obra que só foi possível ser edificada graças ao apoio irrestrito desses dois poderes. Trata-se de uma parceria republicana em prol da população palmeirense”, declarou Márcio Roberto Tenório de Albuquerque.

O prédio contará com a estrutura necessária para o funcionamento das seis Promotorias de Justiça do município. Ele terá sala ampla para cada membro e assessor, auditório, recepção, centro de processamento de dados, banheiros adaptados para pessoas com deficiência,copa, um bloco para os profissionais de serviços gerais.

É um prédio capaz de oferecer aos moradores da cidade um atendimento com mais conforto e comodidade, sem dúvida alguma. Será lá, pelas portas que vamos construir, que as pessoas vão entrar com seus problemas e sairão, ou com eles já resolvidos, ou com a certeza de que a instituição não os abandonará até a solução de suas demandas. Da mesma forma, oferecemos um melhor ambiente de trabalho para membros, servidores e colaboradores”, acrescentou Márcio Roberto .

Mais matérias
desta edição