app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5647
Política

PROCURADORA-CHEFE DO MPF/AL TOMA POSSE PARA NOVO MANDATO

Roberta Bomfim foi reconduzida ao cargo e continuará à frente da Procuradoria no biênio 2023-2025

Por Mariane Rodrigues | Edição do dia 28/11/2023 - Matéria atualizada em 28/11/2023 às 04h00

Reconduzia ao cargo para o biênio 2023/2025, a procuradora-chefe do Ministério Público Federal de Alagoas (MPF), Roberta Bomfim, tomou posse ontem para o novo mandato, em solenidade realizada em Brasília.

Ela já havia sido nomeada pela Portaria PGR/MPG 996, de 24 de novembro de 2023. O novo mandato tem vigência a partir de 1º dezembro. Como procuradora-chefe substituta foi nomeada Raquel Teixeira.

Além dos cargos de chefias, as duas vão se manter em seus respectivos ofícios. Roberta Bomfim, como titular do 7º Ofício de Tutela do Cidadão e Texeira como titular do 1º Ofício do Núcleo Criminal e Combate à Corrupção.

Roberta Bomfim formou pela Universidade Federal de Alagoas em 2003 e ingressou no MPF em dezembro de 2008, aprovada no 24º concurso para Procurador da República. Sua primeira lotação foi no município de Petrolina (PE), entre dezembro de 2008 e abril de 2009, seguindo para Caruaru (PE), entre abril de 2009 e agosto de 2012.

Desde então é titular do 7º Ofício da Procuradoria da República em Alagoas, compondo o núcleo de tutela do cidadão, tendo exercido a função de procuradora Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC); representante da 1ª Câmara de Coordenação e Revisão; representante do MPF no Comitê Estadual de Saúde do Estado de Alagoas, além de integrar o Grupo de Controle Externo da Atividade Policial. Já atuou como representante da instituição no Conselho Estadual de Direitos Humanos de Alagoas e como substituta no Comitê Estadual para a Prevenção e Combate à Tortura do Estado de Alagoas.

Desde fevereiro de 2019 compõe a força-tarefa do MPF que acompanha o Caso Pinheiro/Braskem e desde março de 2020 integra o grupo de trabalho do MPF que atua no enfrentamento à Covid-19 em Alagoas. .

Mais matérias
desta edição