app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Política

Non� confirma a participa��o do PFL na frente oposicionista

O presidente regional do PFL, deputado Thomaz Nonô, confirmou que seu partido vai integrar uma frente oposicionista para a disputa do governo de Alagoas, da qual deverão participar ainda o PTB, PDT, PPS, PPB e PRTB. A exemplo do presidente da Assembléia

Por | Edição do dia 04/05/2002 - Matéria atualizada em 04/05/2002 às 00h00

O presidente regional do PFL, deputado Thomaz Nonô, confirmou que seu partido vai integrar uma frente oposicionista para a disputa do governo de Alagoas, da qual deverão participar ainda o PTB, PDT, PPS, PPB e PRTB. A exemplo do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Antônio Albuquerque (PTB), o dirigente pefelista disse que está trabalhando dia e noite para a concretização da aliança. “O eleitor precisa ter mais opções para votar. No passado um candidato foi para a eleição já ganha e tivemos problemas”, afirmou. Para o deputado, quem vence eleição sem concorrência se elege sem compromisso, o que não é bom para o povo. “A oposição tem grandes condições de vencer essa eleição. A tarefa de formar a frente oposicionista é difícil, mas estamos trabalhando para isso”. Dificuldades As dificuldades maiores apontadas por Nonô é a verticalização, que não permite coligações nos Estados diferentes das coligações para presidente da República, e um nome para ser lançado ao governo do Estado. No caso da verticalização, a barreira está sendo removida à medida que alguns partidos, como o PFL, tendem a não apoiar candidatos a presidente, para ficarem livres nos Estados. Já em relação ao candidato a governador do grupo, ainda não foram discutidas as propostas. “Estamos em discussão para definir o candidato ao governo pela oposição”, disse. Na avaliação do deputado pefelista, qualquer candidato que venha a ser tirado pela frente oposicionista terá condições de crescer, haja vista o tempo que o bloco terá no guia eleitoral da tevê. “É um tempo fenomenal”, enfatizou. Outra liderança política que confirmou a presença do seu partido na frente oposicionista foi o deputado Régis Cavalcante (PPS). Ele deverá participar de uma reunião nesse domingo com os dirigentes do PDT, PFL, PTB, PPB e PRTB, que servirá para discutir algumas pendências e, possivelmente, consolidar a formação do “frentão”.

Mais matérias
desta edição