app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Política

Frente de Oposi��o apresentar�candidatos em todos os n�veis

FERNANDO ARAÚJO A terceira força política que disputará a eleição de outubro em Alagoas foi instituída, ontem, com a criação da Frente de Oposição, que nasce com a participação de seis partidos e o compromisso de apresentar candidatos em todos os nívei

Por | Edição do dia 14/05/2002 - Matéria atualizada em 14/05/2002 às 00h00

FERNANDO ARAÚJO A terceira força política que disputará a eleição de outubro em Alagoas foi instituída, ontem, com a criação da Frente de Oposição, que nasce com a participação de seis partidos e o compromisso de apresentar candidatos em todos os níveis. O documento que formaliza o nascimento do chamado Frentão foi assinado pelos presidentes regionais do PTB, PDT, PPB, PPS, PFL e PRTB após quatro horas de reunião na sede do PTB, em Maceió. Nesse primeiro encontro não se falou em nomes nem em candidatos, mas ficou definido que até o fim deste mês a coligação apresentará uma chapa completa, com candidaturas majoritárias e proporcionais. A reunião, presidida pelo deputado estadual Antônio Albuquerque (PTB), contou com a presença do vice-governador do Estado, Geraldo Sampaio (PDT), dos deputados federais Augusto Farias (PPB), Régis Cavalcante (PPS) e José Thomaz Nonô (PFL) e Elionaldo Magalhães, presidente do PRTB. Líderes Ao fim do encontro, o grupo divulgou nota informando que a Frente de Oposição “permanecerá mobilizada para definição de um programa mínimo de governo, que possa de imediato, ser levado à discussão interna dos partidos e da sociedade alagoana, e, dos nomes para a disputa eleitoral de seis de outubro próximo’’. Para os líderes partidários, as perspectivas são animadoras, porque logo de início, a Frente já conta com o apoio de 18 dos 27 deputados estaduais, quatro deputados federais e o vice-governador do Estado. O deputado Régis Cavalcante admitiu que outros partidos poderão integrar a frente oposicionista, inclusive o PMDB do senador Renan Calheiros. “Não descartamos ninguém, inclusive o senador Renan Calheiros, caso o PMDB não se coligue com o PSDB em nível nacional’’, disse Régis. - Todos os políticos que estão buscando definições terão na Frente de Oposição um porto seguro’’, ressaltou o deputado Antônio Albuquerque ao prever a adesão de muitos políticos ao Frentão. Ele reconhece os diferentes matizes ideológicos do grupo mas pondera que existe em comum o interesse de oferecer alternativas para uma candidatura majoritária para Alagoas e garante que o Frentão será o grande vitorioso nas eleições deste ano em Alagoas. O presidente da Assembléia Legislativa lembra também que a recém-criada frente de oposição “já é uma realidade e vai funcionar como uma espécie de ‘ancoradouro’ para vários outros partidos que estavam sem definição e agora têm um grupo formado por autoridades detentoras de mandato, cujos partidos têm tempo suficiente no horário eleitoral para mostrar suas propostas no rádio e na televisão’’. Já o deputado federal José Thomás Nonô deixou claro que a Frente de Oposição não é contra pessoas, muito menos contra o governador Ronaldo Lessa. “Ele (Lessa) deve ser o primeiro a aplaudir a criação dessa frente como uma opção a mais para que o eleitorado alagoano possa escolher democraticamente os melhores candidatos’’. A próxima reunião da Frente está marcada para 2ª feira que vem, na sede do PTB, quando se irá tratar da elaboração de um programa mínimo que unifique o discurso da Frente de Oposição.

Mais matérias
desta edição