app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5732
Política

Lessa faz pequena cirurgia em SP

| PLÍNIO LINS Editor de Política O governador Ronaldo Lessa (PDT) retorna segunda-feira a Maceió, depois de ter sido submetido, ontem, a uma pequena cirurgia, em São Paulo, para tentar eliminar as crônicas dores na coluna vertebral. O procedimento ci

Por | Edição do dia 07/01/2006 - Matéria atualizada em 07/01/2006 às 00h00

| PLÍNIO LINS Editor de Política O governador Ronaldo Lessa (PDT) retorna segunda-feira a Maceió, depois de ter sido submetido, ontem, a uma pequena cirurgia, em São Paulo, para tentar eliminar as crônicas dores na coluna vertebral. O procedimento cirúrgico foi feito no Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. O médico ortopedista alagoano Francisco Américo, que acompanhou o governador e trabalhou como assistente na cirurgia, disse ontem à noite à Gazeta que o estado de Lessa após a intervenção estava “excelente” e que o governador receberá alta médica hoje pela manhã. Lessa permanecerá o fim de semana em São Paulo porque, na segunda-feira pela manhã, fará uma revisão final antes de embarcar de volta para Maceió. Segundo Francisco Américo, o procedimento a que Lessa se submeteu foi a “eletroterapia termical no espaço do disco” – são “aplicações de radiofreqüência intervertebral na região da coluna”, uma técnica nova, que existe em poucos lugares do Brasil. O procedimento foi realizado pelo médico-ortopedista paulista Rubens Rodrigues. O governador só ficou 20 minutos na sala de cirurgia: entrou às 11h10 e saiu às 11h30. “Nesse tipo de procedimento não é necessário fazer nenhum corte na pele”, disse Francisco Américo. “Além disso, essa técnica evita que haja possibilidade de qualquer complicação, inclusive uma hérnia de disco”. O governador ficou semi-acordado durante o procedimento cirúrgico. Só foi feita uma analgesia – a sedação – e uma anestesia local. “Ele não sentiu nenhuma dor”, contou Américo. “Depois da cirurgia, dormiu até o fim da tarde. Acordou bem disposto e jantou à noite”. O fim de semana do governador em São Paulo será de repouso, mas ele terá que fazer caminhadas leves, sem esforço. Lessa não vai retomar o ritmo de trabalho normal nos próximos dias porque não poderá permanecer muito tempo sentado – no máximo a cada 50 minutos terá que mudar de posição. “Até na viagem de volta, no avião, ele vai precisar levantar e caminhar de vez em quando”, explicou Francisco Américo. Além do ortopedista alagoano, o governador estava acompanhado no hospital pela secretária estadual de Articulação, Fátima Borges.

Mais matérias
desta edição