app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Política

Governo anuncia reforma em delegacias

| DA EDITORIA DE POLÍTICA Maceió O governo do Estado anunciou ontem que autorizou a reforma das delegacias de Boca da Mata, Chã Preta, Capela, Porto Real do Colégio, Santana do Mundaú, Porto de Pedras e Feliz Deserto. A informação foi divulgada pela Agê

Por | Edição do dia 26/01/2006 - Matéria atualizada em 26/01/2006 às 00h00

| DA EDITORIA DE POLÍTICA Maceió O governo do Estado anunciou ontem que autorizou a reforma das delegacias de Boca da Mata, Chã Preta, Capela, Porto Real do Colégio, Santana do Mundaú, Porto de Pedras e Feliz Deserto. A informação foi divulgada pela Agência Alagoas. As obras devem começar “nos próximos dias”, segundo o diretor-geral da Polícia Civil, delegado Robervaldo Davino. O custo estimado, segundo Davino, é de R$ 600 mil. As más condições físicas das delegacias de polícia na capital e no interior do Estado têm sido denunciadas em sucessivas matérias pela imprensa alagoana. Ainda segundo a Agência Alagoas, está em “fase de apreciação, com licitação pronta e previsão de início para os próximos 90 dias”, a reforma das delegacias regionais de Arapiraca, Penedo e Matriz do Camaragibe. Robervaldo Davino diz que a decisão de fazer as reformas foi tomada “após pedido formulado pelos delegados responsáveis pelas unidades”. Os números Alagoas possui atualmente 105 delegacias no interior, 11 distritais, três delegacias de plantão e 16 especializadas em Maceió. Os números apresentados pelo diretor-geral da Polícia Civil mostram que 37 unidades, entre interior e capital, foram “totalmente reformadas”, nos últimos sete anos. Algumas delas já passaram por reforma por duas vezes e outras estão necessitando de uma nova restauração. Também foram implantadas as delegacias de Colônia Leopoldina, de Crimes Contra a Criança e o Adolescente, de Acidentes de Veículos e Trânsito, de Roubos e Furtos de Veículos de Carga em Arapiraca e Delegacia de Plantão III, que, além de construída, foi separada do 6º Distrito Policial. “Além dos pequenos reparos de manutenção, como pintura e limpeza, que o governo faz periodicamente com recursos próprios, quando solicitado pelas autoridades do interior e de Maceió, a exemplo de Coqueiro Seco, Satuba e 3º DP”, completou Davino. Ainda na visão do diretor-geral da Polícia Civil, como são 147 delegacias, o número de delegados deveria pelo menos corresponder a uma por cidade. Mas o efetivo precisa de mais 60 profissionais.

Mais matérias
desta edição