app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Política

Governistas do PMDB t�m planos para inviabilizar pr�vias

| FERNANDO RODRIGUES Folha Online A ala governista do PMDB tentará, depois do carnaval, inviabilizar o processo de prévias para escolher o candidato a presidente pelo partido. A escolha envolve cerca de 20 mil filiados e datada para o dia 19 de março.

Por | Edição do dia 01/03/2006 - Matéria atualizada em 01/03/2006 às 00h00

| FERNANDO RODRIGUES Folha Online A ala governista do PMDB tentará, depois do carnaval, inviabilizar o processo de prévias para escolher o candidato a presidente pelo partido. A escolha envolve cerca de 20 mil filiados e datada para o dia 19 de março. Os governistas têm três estratégias para tentar melar a escolha: 1) promover uma enxurrada de ações na Justiça contestando os critérios do processo; 2) forçar alguns Estados a não realizarem a eleição do dia 19; e 3) lançar um terceiro nome para forçar a realização de um segundo turno. Até o momento, inscreveram-se nas prévias do PMDB apenas o governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, e o ex-governador do Rio Anthony Garotinho. O terceiro nome seria o do governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz. A entrada de Roriz na disputa se daria por meio de um “apelo” a ser feito a ele. O governador, porém, já anunciou que não seria candidato a nada. A idéia dos governistas é levar a disputa a um segundo turno. Dessa maneira, a cúpula do PMDB acabaria embananando o processo, e o tempo começaria a se esgotar para Rigotto, que teria de renunciar até 31 de março. Ele, porém, não pode correr o risco de sair do comando do Rio Grande do Sul e ficar sem legenda depois.

Mais matérias
desta edição