app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Política

Ap�s 13 anos, juiz marca julgamento do caso Renildo

Depois de 13 anos, os acusados de envolvimento no assassinato do vereador de Coqueiro Seco, Renildo José dos Santos, vão ser julgados pelo Tribunal do Júri. Ontem, o juiz da 9ª Vara Criminal, José Braga Neto, agendou para os dias 24 e 25 deste mês o jul

Por | Edição do dia 12/04/2006 - Matéria atualizada em 12/04/2006 às 00h00

Depois de 13 anos, os acusados de envolvimento no assassinato do vereador de Coqueiro Seco, Renildo José dos Santos, vão ser julgados pelo Tribunal do Júri. Ontem, o juiz da 9ª Vara Criminal, José Braga Neto, agendou para os dias 24 e 25 deste mês o julgamento do fazendeiro José Renato de Oliveira e Silva, pai do ex-prefeito de Coqueiro Seco, Tadeu Fragoso; o sargento Luiz Marcelo Falcão; o soldado Valter da Silva e os policiais civis Antônio dos Santos Araújo e Paulo de Lima. O vereador Renildo José dos Santos foi seqüestrado por cinco pistoleiros e assassinado em 10 de março de 1993. Renildo dos Santos teve seu corpo esquartejado e a cabeça arrancada pelos pistoleiros. Uma parte do corpo do vereador foi encontrada no município de Xexéu, Pernambuco; a cabeça do vereador foi jogada no Rio Una, na cidade de Palmares (PE). GF ///

Mais matérias
desta edição