app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5729
Política

PT confirma professora para o governo

| PETRÔNIO VIANA Repórter A ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), professora Lenilda Lima - ainda na esteira da vitoriosa campanha salarial dos professores - foi anunciada ontem, oficialmente, como pré-candidata

Por | Edição do dia 14/04/2006 - Matéria atualizada em 14/04/2006 às 00h00

| PETRÔNIO VIANA Repórter A ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), professora Lenilda Lima - ainda na esteira da vitoriosa campanha salarial dos professores - foi anunciada ontem, oficialmente, como pré-candidata do PT ao governo do Estado nas eleições de outubro deste ano. O anúncio foi feito em entrevista coletiva na sede do partido. A decisão pode significar a saída do PT da estrutura da administração estadual. Para o presidente do partido no Estado, deputado Paulo Fernando dos Santos, o Paulão, se a condição do governo estadual, para que o PT permaneça em sua estrutura, é não lançar nenhuma candidatura majoritária, o partido deverá deixar a administração. Além disso, o deputado disse não temer esse provável afastamento do governo. “A decisão de manter o PT no governo é do governador. Quando ele [Luis Abílio] falou com a gente, fez um apelo para que o PT continuasse no governo. Se o lançamento da candidatura de Lenilda coloca em xeque a relação com o governo, a decisão do PT continuar é do próprio governador. Se a condição for essa, não há crise em sair do governo”, avisou. ### Lenilda abre palanque para Lula em AL A ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), Lenilda Lima, declarou ontem que pretende apresentar uma “candidatura de 3ª via para o Estado”. “Será uma candidatura com um compromisso social, diferentemente das outras, que representam exatamente o setor econômico que ao longo dos anos sempre dominou Alagoas”, afirmou a sindicalista. “Nós queremos discutir o desenvolvimento social e econômico de Alagoas, dialogar, articular e ampliar os programas de inclusão social que já temos aqui, vinculados ao governo federal”, disse Lenilda, antecipando o discurso que deverá utilizar em sua campanha. A candidatura da sindicalista vai abrir um palanque para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Alagoas. “Nós temos um projeto nacional. É claro que o palanque do governo Lula é coerente com a história desse nosso campo, dessa frente. Mas a candidatura tem algo mais. É uma alternativa aos dois projetos que estão sendo apresentados”, explicou Lenilda. A direção do PT anunciou ainda que, no próximo dia 27, vai abrir as discussões com seus partidos aliados, o PCdoB e o PV, sobre a escolha do nome que representará o grupo na disputa pelo governo estadual. PV ///

Mais matérias
desta edição