app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

Lula vai cortar gastos com sal�rios

| ANDREZA MATAIS Folha Online Brasília - O coordenador da campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Marco Aurélio Garcia, sugeriu ontem que, se reeleito, o presidente não vai conceder aumentos significativos para o funcionalismo

Por | Edição do dia 14/10/2006 - Matéria atualizada em 14/10/2006 às 00h00

| ANDREZA MATAIS Folha Online Brasília - O coordenador da campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Marco Aurélio Garcia, sugeriu ontem que, se reeleito, o presidente não vai conceder aumentos significativos para o funcionalismo público nos próximos quatro anos. Na contramão do que tem pregado o presidente e até do que consta no programa de governo lançado por ele para os próximos quatro anos, Garcia disse que “é evidente que vai ter cortes de gastos” e citou os salários dos servidores como uma das fórmulas para diminuir as despesas públicas. ### Lula deve consolidar vantagem, diz FGV | ELISABETH LOPES Agência Estado São Paulo - O cenário nesta etapa do segundo turno da sucessão presidencial está direcionado para a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A avaliação foi feita ontem pelo cientista político e pesquisador da Pontifícia Universidade Católica (PUC) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo, Marco Antonio Carvalho Teixeira. “A 15 dias do pleito, se não houver nenhuma surpresa ou alguma ‘operação tabajara’ por parte do PT, o cenário deverá se consolidar e favorecer o presidente Lula”, argumentou, utilizando a expressão popularizada pelo programa de TV Casseta & Planeta para se referir ao caso do dossiê Vedoin. ///

Mais matérias
desta edição