app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

Candidatos voltam a se atacar, mas falam de programas

Editoria de Política Com Agências O penúltimo debate antes das eleições entre os candidatos à Presidência da República, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB), na Rede Record, foi marcado por perguntas diretas entre o

Por | Edição do dia 24/10/2006 - Matéria atualizada em 24/10/2006 às 00h00

Editoria de Política Com Agências O penúltimo debate antes das eleições entre os candidatos à Presidência da República, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB), na Rede Record, foi marcado por perguntas diretas entre os candidatos sobre assuntos programáticos em áreas como saúde, educação, gastos públicos, emprego e desemprego, e como não poderia deixar de faltar: escândalos e corrupção. O assunto corrupção veio à tona através de uma pergunta de Lula: onde Alckmin cortaria gastos, como recentemente anunciou. “Primeiro, na corrupção”, disse o tucano. De acordo com números citados por Alckmin, U$ 3,5 bilhões saem da corrupção no país, citando o episódio sanguessuga. ### TV Globo adianta horário do debate | PEDRO HENRIQUE FRANÇA Agência Estado São Paulo - A Central Globo de Comunicação divulgou comunicado ontem confirmando o debate entre o presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) para esta sexta-feira, 27. Depois do impasse com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que fixou em meia-noite o horário-limite para a realização do confronto eleitoral, a emissora informou que reduzirá o tempo de apresentação da novela Páginas da Vida e também o tempo total do próprio debate para atender as exigências da Justiça Eleitoral. ///

Mais matérias
desta edição