app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

T�o “peleja” na 1� semana de governo

Mário Lima Odilon Rios Editor de Política e repórter O governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) encerra a primeira semana de administração com dificuldades que prometem abalar a estrutura do governo nos próximos meses. Tão logo assumiu o cargo de 3

Por | Edição do dia 07/01/2007 - Matéria atualizada em 07/01/2007 às 00h00

Mário Lima Odilon Rios Editor de Política e repórter O governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) encerra a primeira semana de administração com dificuldades que prometem abalar a estrutura do governo nos próximos meses. Tão logo assumiu o cargo de 36º governador de Alagoas, na segunda-feira, 1º de janeiro, começaram as “pelejas” – como gosta de afirmar o tucano – desde as acusações de nepotismo no seu secretariado por parlamentares do PT, até a atitude política da Assembléia Legislativa (ALE) em aprovar projeto que faz retornar ao serviço público 6.000 ex-funcionários que tinham aderido ao Plano de Demissão Voluntária (PDV), há dez anos. ### Governo Téo vive momento de pressão | ODILON RIOS Repórter O vice-governador José Wanderley Neto (PMDB) diz que o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) traçou a cada um dos secretários “linhas gerais de atuação”. Tudo isso coincide com os oito decretos publicados na primeira semana de governo. Porém, segundo o vice, ninguém do governo contava que a Assembléia Legislativa autorizasse o retorno dos pedevistas ao serviço público. “A realidade é que o Estado não tem como absorver seis mil pessoas”, afirmou o vice-governador. ### PSDB e PMDB dominam o secretariado Não foi fácil para o governador Teotonio Vilela (PSDB) fechar seu secretariado, já que teria de contemplar todos os seus aliados. Uma semana depois da posse, com o 1º escalão completo, a Gazeta traz os bastidores das indicações, e o que aconteceu no jogo de xadrez político para compor o governo Téo. Foi num jantar no fim de semana passado, com o governador Téo, que o deputado federal Givaldo Carimbão (PSB) “derrubou” o então secretário de Ciência e Tecnologia, Osvaldo Viégas, do posto e o transferiu para a Secretaria de Cultura, para sua colega de legenda, Kátia Born (PSB), assumir a pasta. OR ### Estado vai cortar 38% dos comissionados | Patrícia Bastos Repórter O pacote de redução das despesas do Estado irá atingir diretamente 1.262 dos atuais 2.060 servidores comissionados, conforme a secretária adjunta de Administração, Adriana Vilela Toledo. Segundo ela, a decisão cria uma folga para facilitar esse início de gestão do governador Teotonio Vilela. “O objetivo nesse primeiro momento é reduzir os gastos com a folha de pagamento, que compromete grande parte do orçamento do Estado e dificulta a aplicação da Lei de Responsabilidade Fiscal, que impede gasto superior a 60% com vencimentos de funcionários”, declarou Adriana Toledo. ### Redução na folha será de somente 10% Apesar da redução dos servidores comissionados ser na ordem de 38,74%, o impacto de redução na folha de pagamento, que deveria ter proporção parecida, será de apenas 10,64%, de acordo com a secretária adjunta de Administração, Adriana Toledo. “Do ponto de vista financeiro o impacto é menor porque não queremos colocar em risco a qualidade do serviço público, uma vez que a nossa intenção é torná-lo mais eficiente”, justificou a secretária adjunta. PB ### Sindicato não quer mudança de horário O decreto que determina que os órgãos estaduais devem ampliar o horário de atendimento para dois turnos, de 8h ao meio-dia, e de 14h às 18h, foi uma das primeiras medidas impopulares do governador Teotonio Vilela. O Sindicato dos Trabalhadores do Detran alega que não há condições de os funcionários do órgão, com sede no Pontal da Barra, cumprirem a determinação. Eles se reuniram na terça-feira para redigir um documento que será entregue ao novo presidente do órgão, mostrando a inviabilidade de acabar com o horário corrido de 8h às 14h, como acontece atualmente, apesar de todos os funcionários terem carga horária de 40h. PB ### Usuários aprovam as mudanças Os usuários do serviço público comemoram a mudança. O contabilista Antônio Soares, de União dos Palmares, está ansioso pela ampliação do horário de atendimento nas repartições do Estado, que acontece a partir do dia 1º de fevereiro. Hoje, com o funcionamento até às 14h, ele costuma fazer duas ou até três viagens por semana a Maceió para ser atendido na Junta Comercial e na Escola Fazendária, em Jacarecica. PB ///

Mais matérias
desta edição