app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Política

Israel anuncia retirada parcial de tropas da Faixa de Gaza

Governo israelense pretende reduzir número de soldados atuando no território palestino

Por G1 | Edição do dia 02/01/2024 - Matéria atualizada em 02/01/2024 às 04h00

O Exército de Israel retirou ontem parte das tropas e tanques que mantinha na Faixa de Gaza. A retirada faz parte do plano anunciado pelo governo israelense de mudar de tática e reduzir o número de tropas atuando no território palestino.

O conflito começou no dia 7 de outubro de 2023, depois de um ataque do grupo terrorista Hamas a Israel. Na ocasião, mais de 1,2 mil civis israelenses foram mortos. Outras centenas de reféns foram capturados pelo grupo terrorista na ocasião.

Segundo o governo, a tática para o conflito em 2024 inclui reduzir as tropas no território palestino. Este é o recuo mais significativo anunciado publicamente desde o início da guerra.

A mudança já foi visível na Cidade de Gaza, no norte da Faixa de Gaza, de onde tanques já saíram em direção ao sul de Israel.

Segundo o comunicado do governo, pelo menos duas brigadas que estão no território do conflito vão ser enviadas para casa. Outras três vão deixar o local para treinamento. Cada grupo têm cerca de 4 mil soldados.

Israel informou que vai liberar alguns reservistas convocados em outubro pra combater Hamas em Gaza

Em comunicado, o ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, disse que, além da retirada, moradores de algumas comunidades ao sul de Gaza vão poder retornar às suas casas.

“Em breve, poderemos devolver as comunidades deslocadas às suas casas, em áreas num raio de quatro a sete quilómetros a norte da Faixa de Gaza. O primeiro grupo de sete comunidades já foi decidido e receberam a mensagem”, informou Yoav Gallant.

Apesar disso, premiê de Israel, Benjamin Netanyahu já afirmou que o conflito vai seguir este ano “por todas as frentes” até que haja uma vitória israelense. Ou seja, não há um prazo para acabar.

Mais matérias
desta edição