app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5656
Política

Poupança do governo federal deve contemplar 130 mil estudantes em AL

Programa Pé-de-Meia pagará R$ 200 mensais a beneficiados e se somará ao Escola 10, do governo estadual

Por Hebert Borges | Edição do dia 30/01/2024 - Matéria atualizada em 30/01/2024 às 04h00

Cerca de 130 mil estudantes do ensino médio público de Alagoas podem ser beneficiados com o programa Pé-de-Meia, do governo federal, que vai pagar uma poupança mensal de R$ 200 aos que preencherem os requisitos. Em Alagoas, o programa vai se somar ao Escola 10, do governo do Estado e que paga R$ 150 mensais. A estimativa é do governo do Estado.

Por ano, os estudantes alagoanos podem ser contemplados com até R$ 3 mil, perfazendo até R$ 9.200 em três anos do Pé-de-Meia. Somados ao benefício do Cartão Escola 10, proporcionarão ao estudante da rede estadual de Alagoas até R$ 4.500 por ano. Em três anos, serão R$ 13.500. Ou seja, em três anos, pode ser injetado R$ 1,7 bilhão na economia de Alagoas.

O pagamento do Pé-de-Meia funcionará da seguinte maneira: no ato da matrícula, o estudante receberá R$ 200 e, posteriormente, nove parcelas de R$ 200 – totalizando R$ 1.800. A cada ano letivo concluído e com aprovação, além dos R$ 2.000 pagos durante todo o ano, ele receberá mais R$ 1.000 que serão depositados em uma poupança.

Dessa forma, o aluno terá até R$ 3.000 anuais, sendo que R$ 2.000 poderão ser usados e R$ 1.000 ficarão guardados para saque quando o estudante se formar no ensino médio - ao final do ensino médio, serão R$ 3.000 disponíveis para saque.

Ao chegar à 3ª série do ensino médio, ele ainda receberá um incentivo extra de R$ 200 para fazer o Enem. Logo, ao terminar o ensino médio, o estudante terá recebido até R$ 9.200 no decorrer de três anos.

Estarão aptos para o programa os estudantes de baixa renda matriculados no ensino médio público, inscritos em programas sociais do governo federal (a exemplo do Bolsa Família) e com frequência escolar a partir de 80%.

O programa federal contará com a colaboração dos estados, que prestarão informações ao MEC sobre os estudantes matriculados no ensino médio das redes estadual e federal. Caberá ao ministério selecionar os alunos elegíveis ao benefício e enviar os depósitos para contas que serão abertas na Caixa Econômica Federal.

Em Alagoas, o Pé-de-Meia se junta ao incentivo do Cartão Escola 10, que consiste na concessão de benefícios para estudantes da rede estadual matriculados no ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) Ensino Médio com frequência escolar superior a 90%. Em 2023, cerca de 130 mil alunos receberam o benefício, o que representa 76,4% dos mais de 170 mil estudantes matriculados na rede estadual de ensino no ano passado.

Mais matérias
desta edição