app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5647
Política

No Consórcio Nordeste, Paulo destaca avanços na economia de Alagoas

Governador citou os recordes obtidos no turismo e os investimentos feitos com recursos próprios

Por Da Redação | Edição do dia 01/02/2024 - Matéria atualizada em 01/02/2024 às 04h00

Durante a Assembleia Geral dos Governadores e Governadoras do Nordeste, realizada ontem, em Natal (RN), o Governador Paulo Dantas destacou uma série de avanços de Alagoas que impactam diretamente na economia do Estado.

“Conseguimos o maior crescimento econômico de 7,3% entre todos os estados do Nordeste, além de viabilizarmos uma geração de 5,3% de empregos. O governo tem investido recursos próprios ao longo dos anos. Em 2022, investimos R$ 2,5 bilhões, e em 2023, o investimento foi de 2,7 bilhões”, afirmou o governador, que participou do ato de posse da nova presidente do Consórcio Nordeste, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra.

Segundo ele, Alagoas bateu todos os recordes no ano passado graças ao maior fluxo de passageiros no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares da história do Estado e teve o maior ingresso de estrangeiros.

Paulo Dantas reforçou que o Estado está em contínuo avanço econômico, com as contas governamentais ajustadas, solidez fiscal, programas sociais robustos e atua conjuntamente com a iniciativa privada para promover geração de emprego e renda.

No entendimento do Governador, Alagoas também ganha com a gestão da governadora Fátima Bezerra à frente do Consórcio Nordeste.

“Sua expertise política nos garante tranquilidade porque ela age com transparência e proximidade com o governo federal. Foi deputada estadual, federal, senadora e está no segundo mandato de governadora. Então, os temas importantes para a região do Nordeste estão em boas mãos devido à sua resolutividade em questões necessárias, a exemplo do clima, das missões internacionais, da economia, infraestrutura, entre outros investimentos”.

Paulo falou, ainda, sobre a necessidade de estreitar as parcerias turísticas entre o Rio Grande do Norte e Alagoas. “Essas políticas eficientes precisam acontecer entre os estados. Precisamos ampliar os acessos, por exemplo, entre as capitais Natal e Maceió para que mais visitantes e turistas conheçam e estejam mais presentes aos nossos estados, oportunizando assim aumento no potencial turístico e econômico”, afirmou.

AFTOSA

Dantas defendeu também que o Consórcio Nordeste intensifique os esforços no enfrentamento à febre aftosa. Ele justificou que a demanda tem como propósito fortalecer as relações comerciais e evitar que Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí tenham prejuízos no setor agropecuário com as possibilidades de bloqueios econômicos.

Para o Governador, se agências de defesa não atenderem os requisitos do Ministério da Agricultura, haverá bloqueios em todas as fronteiras.

Mais matérias
desta edição