app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política Foto:@Ailton Cruz

Pré-candidato a prefeito, Brito diz que educação será prioridade

Deputado afirma que sua experiência na Seduc e desempenho parlamentar levaram MDB a optar por seu nome

Por Marcos Rodrigues | Edição do dia 30/03/2024 - Matéria atualizada em 30/03/2024 às 04h00

A caminhada do deputado federal Rafael Brito (MDB) como pré-candidato a prefeito de Maceió escolhido pelo partido, esta semana, tem sido intensa. Oriundo da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), “Tio Rafa”, como é chamado pelos estudantes, disse que sua experiência na pasta e a atuação como deputado federal foram predominantes para sua indicação pelo MDB para enfrentar JHC (PL), que disputará a reeleição.

Na semana passada, Brito percorreu escolas estaduais para divulgar o programa Pé-de-Meia, lançado pelo governo federal. Em entrevista ao âncora Wyderlan Araújo, na GazetaNews, canal 525 da Net/Claro, ele garantiu que o MDB está unido. Também falou dos efeitos danosos da mineração de sal-gema, de responsabilidade da Braskem, e de alguns temas que vai explorar na discussão sobre a sucessão municipal.

“O partido, contando com o nosso nome, também tinha outros três: os deputados José Wanderley, Alexandre Ayres e Cibele Moura. E, entre eles, numa decisão conjunta, decidiram por nossa indicação. A escolha levou em conta a minha atuação na Seduc e também como deputado federal, em Brasília”, disse o parlamentar. “O mais importante é que o MDB está unido em torno dessa futura candidatura”.

Brito disse acreditar que é importante apresentar para o maceioense as ações que marcaram sua passagem na Secretaria de Educação, porque elas ajudaram a mudar a realidade do Estado e que, em sua avaliação, também podem ajudar a melhorar os índices da capital, em especial quando o assunto envolve a educação infantil.

Como exemplo, ele citou a experiência do próprio Governador Paulo Dantas com as Creches Cria, que são uma referência no que se refere ao acolhimento dos estudantes, tanto pelo aspecto pedagógico quanto na segurança alimentar.

“Numa eleição majoritária, a pauta é bem mais ampla, mas, sem dúvida, a educação será extremamente importante no meu futuro plano de governo”, completou Brito.

CASO BRASKEM,

Quanto aos prejuízos pessoais e materiais provocados pela ação da Braskem, Brito foi enfático em reafirmar a responsabilidade da empresa e as responsabilidades que ainda precisam ser apuradas.

“É o maior crime ambiental urbano da história do mundo. Não posso chamar de tragédia o que foi um crime cometido contra a cidade de Maceió, em que pessoas foram expulsas de casa. E, depois, tiveram que fazer uma indenização de qualquer jeito”, afirmou.

Ele conta que conhece o drama de perto não só como morador da cidade, mas de um dos bairros afetados. A casa em que cresceu também foi uma das que tiveram de ser desocupadas, bem como a de sua avó. O parlamentar diz que viu o drama de todos que deixaram para trás o patrimônio que construíram e toda a história da família.

“As pessoas já tinham perdido a casa, porque havia uma data para sair. Então, ou faziam o acordo com a Braskem ou recorriam à Justiça e não recebiam nada. A maioria das pessoas que saíram teve de fazer o que a empresa queria porque não tinham um teto e depois saíram de suas casas”, lembrou o deputado.

ESTRATÉGIA

Ao comentar como pretende se preparar para a disputa eleitoral, o pré-candidato do MDB contou que tem conversado com pessoas nas ruas, com representantes de categorias, associações e os segmentos econômicos. Para o parlamentar, somente com escutas e projetos com base na realidade poderá construir um programa que mire na solução dos problemas.

“Quero ser o prefeito que vai unir o trabalho do governo do Estado, unir o trabalho da Prefeitura de Maceió, unir o trabalho com o governo federal”, revelou Brito.

No momento, conforme acrescentou, o mais importante é conversar e estudar soluções, mas também valorizar ideias que já deram certo. Como exemplo, citou os investimentos em infraestrutura feito pelo governo do Estado com o Programa Vida Nova nas Grotas.

Mais matérias
desta edição