app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5757
Política

Confira os destaques da política alagoana #FN11072024

.

Por Jorge Carlos | Edição do dia 11/07/2024 - Matéria atualizada em 11/07/2024 às 04h00

O volume de denúncias contra pré-candidatos nas eleições de outubro se cresce na capital e no interior do Estado, mas, concretamente, nada que possa merecer uma especial atenção, a não ser por investigações que certamente estão ocorrendo nos últimos dias pelos órgãos competentes.

As denúncias são um sinal de que a campanha, principalmente para prefeito de Maceió, está a todo vapor, e os dossiês, aos poucos, vão chegando ao conhecimento da opinião pública, seja por telefonemas, seja pelas redes sociais. De concreto, só a vigilância que está sendo feita por órgãos auxiliares do Tribunal Regional Eleitoral, que tentam de todas as formas garantir uma eleição limpa.


AGITANDO

Ninguém quer falar a respeito de uma possível candidatura de atuais aliados do prefeito JHC, mas o assunto é admitido nos bastidores da política. A insatisfação gira em torno da indiferença dele sobre a indicação do seu candidato a vice.


SEM PRAZO

O anúncio do candidato a vice deverá ser feito por JHC no apagar das luzes, embora a insatisfação seja generalizada em seu próprio reduto político. Os possíveis nomes para liderar uma outra chapa, Alfredo Gaspar e Davi Davino, não podem ser subestimados, confidenciam aliados do grupo do PP.


PÉ NO FREIO

O prefeito de Maceió terá que encontrar outra alternativa para continuar dando publicidade às suas obras na capital. Desde o início da semana, por força da legislação eleitoral, os municípios estão proibidos de fazer propaganda nos meios de comunicação e também nas redes sociais.


DESVANTAGEM

Como é useiro e vezeiro das redes sociais, JHC vai ter que convencer o eleitorado de outro forma. E tem motivo para continuar firme na campanha: 60% dos eleitores ainda não sabem em quem votar.


VANTAGEM

Nesse aspecto, estaria em vantagem o pré-candidato do MDB, Rafael Brito, que guarda uma bateria de “denúncias” para utilizar durante o Guia Eleitoral. Ou seja, a situação atual não é muito confortável para o prefeito de Maceió.


EM CAMPO

Aliados do deputado Rafael Brito dizem que o pré-candidato receberá um reforço de peso a partir dos próximos dias. Será o vice-governador Ronaldo Lessa, com considerável fatia do eleitorado da capital e que até agora tem se mantido bastante discreto.


OUTRO FOCO

Enquanto oposição e situação começam o embate na disputa pela Prefeitura de Maceió, os ex-prefeitos Cícero Almeida e Rui Palmeira travam uma batalha para saber quem chegará com folga à Câmara de Vereadores.


RESTRIÇÕES

A procuradora-geral do Estado, Samya Suruagy, oportunamente, está fazendo chegar ao conhecimento de todos os servidores, uma cartilha que estabelece parâmetros para os agentes públicos em tempos de eleições. Em cinco partes, a cartilha faz comentários sobre impedimentos e aconselha a todos observarem a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral para não incorrerem em erro.

Mais matérias
desta edição