app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5692
Rural

Prospera beneficiará produtores de milho do NE

.

Por MAPA | Edição do dia 19/06/2021 - Matéria atualizada em 19/06/2021 às 04h00

Lançado semana passada, o programa Prospera foi criado com a finalidade de fortalecer a cadeia produtiva do milho (grão e silagem) na região Nordeste, principalmente por meio da qualificação e capacitação de pequenos agricultores, com foco no plantio e na comercialização.

A iniciativa ofertará treinamentos teóricos e práticos sobre o manejo correto da lavoura, assistência técnica presencial e digital para que os beneficiários possam produzir com técnicas modernas de cultivo, melhorando a produtividade. Serão realizadas oficinas de capacitação, palestras, encontros, ações de apoio técnico, entre outros. O objetivo do Prospera é impactar mais de 50 mil pequenos agricultores nos próximos cinco anos, ajudando-os a abastecer a cadeia local.

O Prospera será implementado inicialmente em Alagoas, no Ceará, na Paraíba, em Pernambuco e no Rio Grande do Norte. De acordo com estudo da equipe técnica do programa, utilizando dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e da Corteva Agriscience, esses estados produzem, juntos, aproximadamente 900 mil toneladas de grãos/ano, mas há uma demanda local estimada em mais de 6,6 milhões de toneladas impulsionada pelos setores aviário e pecuário.


Programa terá início por Alagoas e mais quatro Estados da região
Programa terá início por Alagoas e mais quatro Estados da região - Foto: REPRODUÇÃO CPT
 

O programa atuará na conexão do agricultor com a cadeia do valor do milho, fortalecendo a agricultura familiar e estimulando o desenvolvimento sustentável, promovendo o aumento da produtividade e renda.

Pelo volume e versatilidade, a cultura do milho assume papel de destaque, uma vez que se trata de um produto estratégico para a segurança alimentar, utilizado tanto para a nutrição humana quanto para a alimentação animal. Além disso, é cultivado para a extração do bioetanol e utilizado como insumo em diversos segmentos industriais.

Mais matérias
desta edição