app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5749
Rural

Crescem aplicações em projetos de inovação rural em Alagoas

Créditos somaram R$ 10,8 milhões em 2022

Por Editoria do Gazeta Rural com assessoria | Edição do dia 28/01/2023 - Matéria atualizada em 28/01/2023 às 04h00

O crédito destinado a projetos de inovação no meio rural contratado pelo Banco do Nordeste com produtores alagoanos somou R$ 10,8 milhões em 2022, considerando contratações até novembro. O valor é cerca de sete vezes maior que o financiado no mesmo período do ano passado para essa finalidade.

Por meio da linha FNE Inovação, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), o BNB vem apoiando a modernização no campo com a introdução de equipamentos e serviços de agricultura de precisão, de sistemas para geração e distribuição de energia obtida a partir de fontes renováveis, de tecnologia para rastreabilidade de lavouras e animais, dentre outras destinações.

O incremento dos investimentos aponta para o desenvolvimento do setor rural no estado, que já vem dando mostras de crescimento na participação do Produto Interno Bruto (PIB) alagoano e procura cada vez mais investir em qualidade, aumento de produtividade e de competitividade, tanto na agricultura, como na pecuária, avalia o superintendente estadual do BNB, Sidinei Reis.

O superintendente estadual destaca as condições diferenciadas do FNE Inovação para miniprodutores rurais e para produtores enquadrados no porte pequeno-médio, que podem utilizar recursos do FNE em até 100% do projeto. Já os prazos de pagamento podem chegar até 15 anos.

 

Incremento dos investimentos aponta para o desenvolvimento do setor rural que demonstra crescimento na participação do PIB
Incremento dos investimentos aponta para o desenvolvimento do setor rural que demonstra crescimento na participação do PIB - Foto: ARQUIVO
  

Precisão

O produtor Afrânio Raposo Tenório atua há 40 anos na produção de cana-de-açúcar e na pecuária de corte e, recentemente, contratou o crédito do BNB destinado à inovação. Com propriedades nos municípios de Jacuípe, Murici e Atalaia, ele destinou os recursos para aquisição de um drone utilizado na chamada agricultura de precisão.

“O drone foi um dos melhores investimentos que nós fizemos. Com isso, baixamos muito o custo das aplicações de defensivos agrícolas, como pulverizações de fertilizantes foliares, herbicidas e inseticida para controle das pragas no tempo certo, fazendo com que nós tivéssemos um ganho na produtividade e ao mesmo tempo evitássemos o desperdício de produtos e a exposição dos nossos colaboradores aos agrotóxicos”, afirma.

Mais matérias
desta edição