app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Rural

PINDORAMA APRESENTA WDG A PEQUENOS PRODUTORES DE LEITE

Insumo terá preço diferenciado para pequenos produtores locais

Por Editoria do Gazeta Rural | Edição do dia 25/02/2023 - Matéria atualizada em 25/02/2023 às 04h00

Com a produção do etanol de milho  e do flocão pela Usina Pindorama, a indústria também vai manter uma fábrica de ração animal com o subproduto do milho voltado para nutrição animal, o Wet Distillers Grains ( WDG), que quer dizer Grãos úmidos de Destilaria. Na última quarta-feira, 22, a novidade foi exposta  em uma visita técnica  feita na companhia dos diretores da Cooperativa Pindorama, Klécio Santos e Antônio Oliveira, a um grupo de 70 pequenos produtores de leite da região Sul de Alagoas.

A expectativa, segundo Klécio Santos, é que os pequenos produtores da bacia leiteira local passem a receber os insumos, com preço diferenciado, para implementar a nutrição do rebanho da agricultura familiar.  

 

A Usina Pindorama vai manter fábrica de ração animal com o subproduto do milho WDG
A Usina Pindorama vai manter fábrica de ração animal com o subproduto do milho WDG - Foto: Divulgação
 

“Estamos falando de um insumo composto pelo farelo de milho de alto valor proteíco  que pode reforçar a nutrição animal. É um incentivo compartilhado pela cooperativa, buscando incrementar e estimular a cadeia do leite. Isso porque o pequeno produtor por muitas vezes não conseguem acessar devido a exploração de preços”, explicou o presidente da Pindorama, Klécio Santos. 

O WDG é oriundo da fermentação do grão. Por conter alta concentração de proteína (cerca de 30%), o produto é ideal para auxiliar na dieta animal. A estimativa é que cerca de 145 toneladas de WDG sejam produzidos diariamente a partir do processamento do milho na produção do álcool.

Mais matérias
desta edição