app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Rural

Leite em pó da CPLA fará parte das compras públicas do governo federal

Cooperativa é a única da agricultura familiar do N/NE a produzir leite em pó

Por Editoria do Gazeta Rural | Edição do dia 02/12/2023 - Matéria atualizada em 02/12/2023 às 04h00

A agricultura familiar em Alagoas dá um passo importante com a primeira fábrica das regiões Norte e Nordeste a operar com a produção de leite em pó. A conquista, da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) com a Unidade de Beneficiamento de Leite (UBL), localizada no município de Batalha e reconhecida a nível nacional, se tornou um divisor de águas. Com isso, o produto passa a fazer parte das compras públicas também do governo federal para o fornecimento de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade social.

“É um produto de ótima qualidade que a UBL da CPLA vai abastecer e fornecer para famílias em situação de vulnerabilidade. O que me deixa mais feliz, que as famílias que passam, infelizmente, por situação de insegurança alimentar grave, poderão se alimentar de produto com qualidade e que vem da agricultura familiar”, declarou Rose Pondé, diretora do Departamento de Apoio à Aquisição a à Comercialização da Agricultura Familiar (DEACAF) do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar.

A UBL é a primeira unidade pertencente a uma cooperativa da agricultura familiar do Norte/Nordeste a produzir leite em pó, recebendo investimentos que superaram os R$ 50 milhões.

 

Produto foi apresentado pelo presidente da CPLA e demais dirigentes da Unicafes-AL a gestores do MDA em Brasília
Produto foi apresentado pelo presidente da CPLA e demais dirigentes da Unicafes-AL a gestores do MDA em Brasília - Foto: Edivaldo Junior
 

Para a produção do leite em pó serão destinados mais de 250 mil litros de leite/dia, resultando na fabricação diária de 30 toneladas do produto.

De acordo com o presidente da CPLA, Aldemar Monteiro, Alagoas tem crescido com o cooperativismo, gerando oportunidades para os pequenos produtores do estado. “Estamos construindo esse processo juntos com várias cooperativas para que todos possam participar das chamadas públicas, escoando a produção do agricultor familiar fazendo com que o estado cresça socialmente e economicamente por meio das cooperativas. Não só a cadeia produtiva do leite, como todas as demais podem crescer ainda mais”, ressaltou.

“Em Alagoas, pensamos juntos como um todo no nosso setor e no desenvolvimento dele. Por isso, reforçamos que o nosso estado está pronto para participar do chamamento público das cestas. Hoje, temos leite em pó, farinha, açúcar, arroz e o feijão. Com isso, temos condições de incluir o Nordeste nas cestas nacionais”, destacou Antonino Cardozo, presidente da Unicafes-AL.

A planta de leite em pó da CPLA foi inaugurada na sexta-feira passada, 1º de dezembro, com mais detalhes sobre o evento sendo divulgados na próxima edição do Gazeta Rural.

Mais matérias
desta edição